“A revolução cultural é uma importante arma contra todas as opressões”: uma entrevista via e-mail com Carla, Julie e Íris do Zine Histérica, Brasil

Carla

Com imensa euforia, comunico-lhes que nós (eu, Carla e Julie), do zine Histérica, fomos entrevistadas para o site Grass Roots Feminism, feito pela Elke Zobl e Red Chidgey. Este é um site que busca fazer uma antologia da produção feminista [contra]cultural a nível transnacional, arquivando entrevistas, zines posters.

Para as criadoras do projeto, trata-se de quebrar com o preconceito do senso comum, no qual mulheres jovens e garotas são vistas como culturalmente improdutivas e como consumidoras passivas da cultura de massa. Trata-se , portanto, de dar visibilidade a essa larga produção feminista, baseada no lema “faça-você-mesmo” (“Do it yourself”) e que raramente se vê nas livrarias.

Para x nossx leitor/a que ainda não sabe que diabos é o Histérica, vou pôr um trecho inicial da entrevista (que é em inglês) escrito por Carla:

Julie

“Somos três garotas brasileiras, que fizeram um zine usando a internet. O movimento riot grrrl nos inspira, o feminismo radical da década de 60 também, bem como nossas experiências pessoais, e tentamos relacionar isso com o que é importante para nós. Há mais um monte de outras coisas que estão misturadas no que nós estamos fazendo e vocês podem sentir isso lendo o fanzine. Ele é todo escrito em português, nossa primeira edição saiu em março de 2009 e nós entrevistamos: Allison Wolfe (líder e vocalista da seminal banda riot grrrl Bratmobile e atualmente vocalista da banda Partyline) e a seminal banda punk feminista brasileira Dominatrix. Textos e artes. Em breve a segunda edição será feita e vocês, garotas, provavelmente vão ouvir sobre isso.”

É isso! confiram a entrevista na íntegra aqui, cujo título dado pela Elke e a Red foi “Cultural revolution is an important weapon against all oppressions“: An e-mail interview with Carla, Julie and Íris from Histérica Zine, Brazil” – “A revolução cultural é uma importante arma contra todas as opressões”: uma entrevista via e-mail com Carla, Julie e Íris do Zine Histérica, Brasil”.

Íris

Não posso esquecer de agradecer à Carla pelas correções do meu péssimo inglês, bem como a ambas (Carla e Julie) pela parceria no zine, que elas toparam de primeira, e que vem nos proporcionando tantas coisas boas! Para quem nunca esteve envolvidx com tudo isso, pode parecer algo banal – um insignificante pedaço de papel! Mas, para nós é muito mais. Sisterhood is powerful!

PS: ainda temos cópias da primeira edição, quem quiser, é só mandar e-mail pra gente (histerrrica@hotmail.com) ou falar diretamente comigo.

Anúncios

10 Respostas to ““A revolução cultural é uma importante arma contra todas as opressões”: uma entrevista via e-mail com Carla, Julie e Íris do Zine Histérica, Brasil”

  1. siim, agora vambora pra segunda edição!
    não só vc, todas demoramos, mas saiu e isso é que é importante!

  2. Antonio Henrique Says:

    Mandaram ver.
    Começei a ler e tô gostando.
    Fiquei pensando em falar pra vocês traduzirem e publicar no msypace de vocês e tentar postar no grass roots, fazer tipo uma publicação bilingue. Falar pra menina lá que vocês são terceiro mundo e inglês por aqui é coisa de poucos. Sei lá, foi uma idéia que tive. Isso me levou a pensar como seria foda eu aprender a escrita espanhola e postar tudo aqui de forma bilingue, acessível pra toda america latina.

    Tomara que essa entrevista saia no livro e desde já quero dizer pra íris ou carla, se ler essa minha resposta, pra se sair no livro guadar um exemplar pra minha querida pessoa!

    Foda, pra ser mais foda ainda só precisava o número dois tá pronto ainda esse ano e vendido nas bancas de shows mais obscuras do brasil-sil-sil-sil.

  3. hahahahahah oh pra tetoim!!!

    huhuuul!! essas girls saum retadas!!!!

  4. eu escrevi as minhas respostas em papel e já joguei fora, mas me disponho a traduzir a minha parte. íris tem as dela em português, certo?
    vamo ver com julie se ela tem em português ou quer ajuda pra traduzir?

    desde o início to pensando em traduzir mesmo, só faltava a disposição, antonio acabou animando. que acha nery?

  5. eu sou uma pessoa chique e inteligente, escrevi tudo direto em inglês (menos aquela que pedi pra vc traduzir). =T
    se julie topar, eu traduzo as minhas, no problem!

  6. é isso aí!
    okey dokey então, falamos com a julie.

  7. carla vanessa Says:

    foda demais isso!

    parabens, grrrls!

    da minha parte, posso dizer que o histerrrica empodera!

    ;**

  8. huhuuul! traduçããão now!!! 😀

  9. Parabéns grrrls, fico feliz em ver uma excelente repercussão desse zine que me trouxe tantas coisas boas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: